ESPAÇO DE APOIO A INFORTUNADOS, MISERÁVEIS E DESGRAÇADOS EM GERAL
Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009
Diário do subprime # 0

Estou a pensar em tornar-me num burguês fascista e comprar uma casa. Durante anos, achei que o arrendamento seria a solução mais óbvia para um tipo como eu. A propriedade em si mesma não me diz grande coisa e não estar preso a um lugar é uma grande vantagem. Pensei desta forma até ver o valor das rendas nos bairros em que gostaria de morar. Se já pensava que a solução para a habitação em Lisboa seria nacionalizar as casas desocupadas na cidade, agora estou pronto a fundar um novo partido leninista-estalinista-maiosta que mande para a Sibéria os proprietários que deixam as casas ao abandono e condicionam a oferta do mercado. O passo da habitação própria também implicará enfrentar questões de foro ideológico. Daqui a uns tempos, uma qualquer instituição bancária vai pedir-me recibos de ordenado, extractos bancários e declarações de IRS, para que possa ficar com parte do produto do meu trabalho sem chatices de maior. Não só vou ser enrabado, todos os meses, como terei de ser eu a baixar as calcinhas.



publicado por João às 02:25
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Correio
carpideiras@sapo.pt
arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds