ESPAÇO DE APOIO A INFORTUNADOS, MISERÁVEIS E DESGRAÇADOS EM GERAL
Terça-feira, 12 de Outubro de 2010
...

Se isto corre mal, corre mal a sério. A moda europeia de mais impostos e cortes salariais vai fazer com que as pessoas consumam menos, que as empresas percam negócio e que os despedimentos aumentem. Já se dá de barato que parte da classe política ignore a violência que é alguém ficar sem o emprego e ache que se devem pôr os preguiçosos a combater fogos. Já é mais estranho que se ignorem as consequências. Em Maio deste ano, em Espanha, a Caja Sur esteve prestes a ir à falência. Esta caixa de aforro, propriedade da igreja católica - que neste caso abriu uma excepção ao pecado da usura e encontrou redenção nos investimentos de risco -, teve de receber ajuda do Banco de Espanha. O banco de todos injectou dinheiro no banco dos padres, impedindo que milhares depositantes perdessem o dinheiro que ali tinham guardado. O banco é de Córdova, na Andaluzia. É a segunda região espanhola com mais desemprego: 28% da população activa estava sem trabalho, na altura, segundo o INE espanhol. Entre os mais novos o cenário era pior. Na população entre 16 e 19 anos, a taxa de desemprego estava em 68% e entre os 19 e os 25 anos atingia 47%. O banco entrou em insolvência devido à quantidade de pessoas que deixaram de pagar a prestação da casa.



publicado por João às 02:28
link do post | comentar | favorito

Correio
carpideiras@sapo.pt
Subscrever
arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds