ESPAÇO DE APOIO A INFORTUNADOS, MISERÁVEIS E DESGRAÇADOS EM GERAL
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009
Ao preço da chuva

Chegou-me às mãos um livro sobre mercados financeiros através do qual descobri que, no vasto espólio de instrumentos à disposição dos investidores, está o que se designa como weather derivatives. Literalmente, são produtos financeiros cuja cotação varia consoante chove ou faz sol. O autor esforça-se por explicar que há muitas actividades económicas dependentes das variações climatéricas e que estes produtos são úteis na gestão do risco (hedging) das empresas contra mudanças abruptas no tempo. A mim não me convenceu, mas deve ser falha minha. Para o Xico Zé Linguiça lá de Trás-os-Montes, é óbvio que dá muito jeito poder sair da tasca, depois de uns copos de tinto no final do dia no campo, ir para casa e pôr-se no portátil a investir milhões de dólares em hedge funds. Não admira que tudo tenha desmoronado como um castelo de cartas.

 

PS: Quem tiver uma conta bancária recheada, pode ir ao mercado de Chicago onde são feitas estas transacções e apostar que esta vaga de frio polar vai continuar, nos próximos dias. Se acertar, fica rico mas com frio. Se falhar, fica pobre mas quentinho. O hedging é isto.



publicado por João às 03:26
link do post | comentar | favorito

Correio
carpideiras@sapo.pt
Subscrever
arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds